Não importa o custo, o esforço ou o sacrifício; não se esqueça de que o Caminho existe, de que o Objetivo é atingível e está além de tudo o que você possa imaginar ou conceber agora; de que qualquer preço que tenha sido pago por sua obtenção parece insignificante quando ele é obtido; de que essa é a libertação final da escravidão dos grilhões da matéria e do sofrimento com ela relacionado. A sua obtenção é o serviço e o bem supremos que você pdoe prestar a seus irmãos atados nas correntes de Maia - Mouni Sadhu

O Sacramento do Silêncio


         O que eu possa dizer a Deus ou de Deus não é importante — importantíssimo é aquilo que Deus pode dizer a mim. E Deus dirá a coisa importante a mim, se eu crear em mim ambiente propício para ouvi-LO. 
         Mas, para que Deus possa falar, eu devo calar. 
         Deus não me fala se eu não me calar.
         O silêncio do ego provoca o verbo de Deus.
         A minha ruidosa ignorância afugenta a silenciosa sapiência de Deus. 
         O meu ruído é estéril, o silêncio de Deus é fecundo. 
         Quem fala esteriliza a mente.
         Quem pensa esteriliza a alma.
         Quem não fala e nem pensa, fertiliza a alma.
         Para além das palavras e pensamentos, começa a consciência espiritual. 
       É necessário primeiro pensar mentalmente e depois conscientizar-se espiritualmente — e jorra para dentro de mim a plenitude da Realidade Divina. 
         O sacramento do silêncio e da solitude produz a consciência espiritual. 
         Muitos sabem falar eloquentemente.
         Alguns sabem pensar corretamente.
         Mas... o silêncio é a agonia do ego. E por isso, os ególatras têm horror ao silêncio, porque têm horror ao egocídio — prelúdio para a ressurreição do Eu Crístico no homem. 
         Para quem viveu do barulho por 30, 50 80 anos, afoga-se no mar do silêncio. E por isso tenta se agarrar a qualquer tábua de salvação. 
         O ambiente vital do ego é ruído, seja material, seja mental, seja emocional — o ego não vive sem ruídos e barulhos de toda espécie. Quando então lhe falta esse indispensável elemento vital, sente-se o ego como que sem ar, sem alimento e, se não consegue adaptar-se ao ambiente do silêncio, acaba morrendo de asfixia ou inanição.

Huberto Rohden em, De Alma para Alma 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Quem já sentiu o Espírito Supremo não pode confundi-LO com nada, esquecê-LO ou negar SUA existência. Ó Mundo, se recusares a reconhecer SUA existência com voz unânime, irei abandoná-lo e ainda preservar a minha fé".

"A percepção do desconhecido é a mais fascinante das experiências. O homem que não tem os olhos abertos para o misterioso passará pela vida sem ver nada." - Albert Einstein

"Enfim, podemos continuar acreditando que somos criaturas localizadas, isoladas e condenadas, confinadas ao tempo e ao corpo, e separadas de todos os outros seres humanos. Ou então abrimos os olhos para a nossa NATUREZA IMPESSOAL e ONIPRESENTE e para a MENTE UNA da qual fazemos parte. Se escolhermos a primeira alternativa, nada nos salvará. Se porém, resolvermos despertar para este divino EU, estaremos frente a frente com um novo alvorecer." - Larry Dossey