Não importa o custo, o esforço ou o sacrifício; não se esqueça de que o Caminho existe, de que o Objetivo é atingível e está além de tudo o que você possa imaginar ou conceber agora; de que qualquer preço que tenha sido pago por sua obtenção parece insignificante quando ele é obtido; de que essa é a libertação final da escravidão dos grilhões da matéria e do sofrimento com ela relacionado. A sua obtenção é o serviço e o bem supremos que você pdoe prestar a seus irmãos atados nas correntes de Maia - Mouni Sadhu

O ser iluminado

A iluminação não é o resultado de uma purificação moral e de uma disciplina emocional. Tais qualidades são necessárias, mas são só preparatórias. Ela resulta das tentativas conscientes de alcançar o Real e da eliminação do ilusório. Essa capacidade de discriminação se evidenciará, no indivíduo, através dos tipos de valores aos quais, no mundo, ele esteja apegado, ou nas reflexões com seu pensamento que faça em relação ao mundo, ou ainda nas rejeições do ego que, deliberadamente, faça durante sua meditação. Ela se inicia seja por meio das investigações do intelecto, seja devido ao sentimento de cansaço em relação ao mundo. Gradualmente, ela se estabelece por completo na vida dele. 

Tornar-se estabelecido na Realidade será deixar de lado a busca de todas essas experiências temporárias e transitórias que vêm através de técnicas específicas, sejam elas técnicas de yoga ou pelo uso de drogas alteradoras do estado normal da consciência, e em assumir o caminho filosófico.

Em algum lugar além da meditação e do yoga, com seus inícios e interrupções, com seus êxtases e períodos de aridez, encontra-se a existência sempre permanente. Nesse nível, é onde o indivíduo deverá se estabelecer.

Precisamos conhecer a verdade, o conhecimento e a sabedoria, mas isso não será o suficiente. Precisamos vivenciar a experiência mística real da elevação, o sentimento vital de que ‘eu sou’, mas isso não será o suficiente. Pois precisamos sintetizar essas duas experiências numa realização intuitiva perene e total, a qual o Eu Superior nos traz. Ela é a Graça. Ela significa, por fim, emergir – renascido!

Tornar o aspirante pronto, por meio de uma preparação de sua mente e coração, é o que leva tanto tempo, tantos anos, na maioria dos casos. Mas a iluminação em si será um acontecimento único e curto, cujo efeito se estabelecerá de forma permanente. E, quando for para o ego sair de campo, ele o fará com a rapidez de um relâmpago. 

As ações de um ser que haja alcançado esse grau de elevação são inspiradas diretamente pelo Eu Superior e, consequentemente, não são ditadas por desejos, propósitos ou paixões pessoais. Elas não são realizadas através do ego, mas através de uma vontade mais elevada que a sua. Já que não existem pensamentos deliberadamente conscientes, nem tentativas de formulações lógicas e ordenadas das ideias, também não haverá hesitações e tendências duvidosas. Só haverá pensamentos, sentimentos e ações espontâneas, conduzidos todos pela intuição.

Será, então, melhor chegar a esse domínio superior sem conhecimento disso. Pois com a ausência do orgulho e devido à presença da humildade, o ego se verá impedido de boicotá-lo. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Quem já sentiu o Espírito Supremo não pode confundi-LO com nada, esquecê-LO ou negar SUA existência. Ó Mundo, se recusares a reconhecer SUA existência com voz unânime, irei abandoná-lo e ainda preservar a minha fé".

"A percepção do desconhecido é a mais fascinante das experiências. O homem que não tem os olhos abertos para o misterioso passará pela vida sem ver nada." - Albert Einstein

"Enfim, podemos continuar acreditando que somos criaturas localizadas, isoladas e condenadas, confinadas ao tempo e ao corpo, e separadas de todos os outros seres humanos. Ou então abrimos os olhos para a nossa NATUREZA IMPESSOAL e ONIPRESENTE e para a MENTE UNA da qual fazemos parte. Se escolhermos a primeira alternativa, nada nos salvará. Se porém, resolvermos despertar para este divino EU, estaremos frente a frente com um novo alvorecer." - Larry Dossey