Não importa o custo, o esforço ou o sacrifício; não se esqueça de que o Caminho existe, de que o Objetivo é atingível e está além de tudo o que você possa imaginar ou conceber agora; de que qualquer preço que tenha sido pago por sua obtenção parece insignificante quando ele é obtido; de que essa é a libertação final da escravidão dos grilhões da matéria e do sofrimento com ela relacionado. A sua obtenção é o serviço e o bem supremos que você pdoe prestar a seus irmãos atados nas correntes de Maia - Mouni Sadhu

O que de fato o sábio é?


Existe muita confusão nos círculos místico-religiosos, tanto no oriente como no ocidente, a respeito do que o sábio de fato é, sobre o que um mestre espiritualmente iluminado realmente experimenta, sobre o que ele diz e faz, enquanto vive no mundo das pessoas comuns, e sobre como se comporta e se apresenta. Em relação a isso, a verdade inextricavelmente está limitada pela superstição, o fato pelo exagero e a sabedoria pelo sentimentalismo. Também ocorre uma grande confusão sobre o que o Real é, com seus atributos e aspectos; quer dizer, sobre as reações, interpretações e experiências humanas sobre ISSO. 

A visão convencional do que é um ser humano que chegou a Deus precisa ser revisionada. Pois não existe nível mais elevado que a existência humana possa alcançar.

Sem a experiência direta da natureza interna das coisas, sem a revelação pessoal do Eu Superior, o único tipo de conhecimento que o ser humano poderá possuir será obtido através do uso do pensamento lógico e pela memória. A cosmogonia de um sábio é verdadeiramente científica, pois é uma descrição exata do que de fato existe enquanto que aquele outro tipo de conhecimento é algo meramente argumentativo.

A filosofia utiliza o homem realizado não como um deus para veneração servil e obediência cega, mas como um ideal para admiração efetiva e análise reverente. 

Se devotar a ele como se fosse a um deus e colocá-lo acima de qualquer questionamento, só confundirá nosso pensamento sobre ele e obstruirá nossa compreensão a seu respeito. 

Entretanto, um tal sábio terá não só desenvolvido todas as suas forças no mais alto grau de maturidade, mas também atingido um perfeito equilíbrio delas. Sua psique é governada pela realidade. 

Ele é um embaixador do infinito, um emissário para todos os homens dos planos mais elevados de seu próprio ser. É o elo entre o mundo da vida convencional e o mundo sublime do ser místico. 

Um iluminado é a encarnação consciente do Eu Superior enquanto que o homem comum existe na ignorância sobre o que seu coração preserva. Os chineses dizem que o iluminado é o “Homem Completo”. Ele é a rara flor de uma era. 

O sábio é somente um ser humano, não um deus. Ele está limitado no poder, no ser e no conhecimento. Mas, por trás, e mesmo nele – mas não dele – há o poder, o ser e o conhecimento ilimitados. Portanto, reverenciamos não o homem em si, mas o que ele representa.

Suas afirmações deveriam ser profundamente estudadas e seu comportamento meticulosamente analisado.

Nele, o poder superior se manifesta e, através dele, flui a inspiração para os outros.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Quem já sentiu o Espírito Supremo não pode confundi-LO com nada, esquecê-LO ou negar SUA existência. Ó Mundo, se recusares a reconhecer SUA existência com voz unânime, irei abandoná-lo e ainda preservar a minha fé".

"A percepção do desconhecido é a mais fascinante das experiências. O homem que não tem os olhos abertos para o misterioso passará pela vida sem ver nada." - Albert Einstein

"Enfim, podemos continuar acreditando que somos criaturas localizadas, isoladas e condenadas, confinadas ao tempo e ao corpo, e separadas de todos os outros seres humanos. Ou então abrimos os olhos para a nossa NATUREZA IMPESSOAL e ONIPRESENTE e para a MENTE UNA da qual fazemos parte. Se escolhermos a primeira alternativa, nada nos salvará. Se porém, resolvermos despertar para este divino EU, estaremos frente a frente com um novo alvorecer." - Larry Dossey