Não importa o custo, o esforço ou o sacrifício; não se esqueça de que o Caminho existe, de que o Objetivo é atingível e está além de tudo o que você possa imaginar ou conceber agora; de que qualquer preço que tenha sido pago por sua obtenção parece insignificante quando ele é obtido; de que essa é a libertação final da escravidão dos grilhões da matéria e do sofrimento com ela relacionado. A sua obtenção é o serviço e o bem supremos que você pdoe prestar a seus irmãos atados nas correntes de Maia - Mouni Sadhu

Breve relato de um estado de Ser Incondicionado


Out, tudo bem? Fiquei com vontade de escrever pra você, em primeiro lugar para agradecer por tudo e segundo, para relatar o meu momento, já que não estou podendo participar das reuniões e, como você já sabe, não tem mesmo ninguém com quem trocar esse tipo de percepção por aí. 

Estou vivendo um momento muito tranquilo da minha vida. Já faz um tempo que os fatores externos não têm colaborado muito, mas não estou sentindo medo. Um dos motivos para isso é que, em boa parte do tempo, consigo ficar no aqui e agora, aceitando o momento como ele é, sem muita discussão mental. Acho que devo esse momento ótimo que estou tendo, a tudo que vivi nos últimos tempos, um fundo de poço emocional o qual pude viver conscientemente. Me vi em uma situação onde nada fazia sentido, muito medo do futuro, muito apego ao passado, muita mágoa, vergonha, insegurança, enfim, tudo que caracteriza o egocentrismo no qual eu estava mergulhada. Mas, dessa vez, eu não fugi. De certa forma, não havia pra onde fugir, não havia a quem recorrer, nem onde me agarrar, não houve nenhum consolo (talvez os livros do Osho e do K). Fiquei com tudo isso, medo, solidão, vazio. Até que aconteceu um milagre. Fui dormir arrasada e acordei muito bem no dia seguinte. 

Não dá pra explicar muito em palavras o que aconteceu, mas, de repente, o medo sumiu, a insegurança sumiu, o passado se tornou apenas memórias, sem ligação emocional com elas. O sentimento era de aceitação e gratidão. 

Fiquei nesse estado até que um dia, estava no ônibus observando as pessoas a minha volta, e, algo maravilhoso aconteceu, acho que consegui vê-las além da aparência, vi que todas eram uma, algo assim, fiquei sentindo a vida que estava contida naquelas formas humanas e durante essa experiência, não pensei em mim, como “eu” em nenhum momento. Era como se tudo fosse uma coisa só. Lembro de ter sentido uma felicidade como nunca senti antes, estava sorrindo pras pessoas, sem me importar com nada, algumas sorriram de volta pra mim, mas senti que nada importava mais do que aquele momento. 

Enfim, estou muito bem até agora, apesar das situações adversas que sempre ocorrem. E, quando ocorrem, sinto por um instante, uma pequena reação interna, mas me recupero imediatamente. Não sei o que irá acontecer no futuro, mas seja o que for, estou me sentindo bastante forte para enfrentar. Então, é isso. Obrigada mais uma vez por tudo. Tudo de bom pra você, pra Deca e pra todos. 

Até mais!

Márcia Oliveira
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Quem já sentiu o Espírito Supremo não pode confundi-LO com nada, esquecê-LO ou negar SUA existência. Ó Mundo, se recusares a reconhecer SUA existência com voz unânime, irei abandoná-lo e ainda preservar a minha fé".

"A percepção do desconhecido é a mais fascinante das experiências. O homem que não tem os olhos abertos para o misterioso passará pela vida sem ver nada." - Albert Einstein

"Enfim, podemos continuar acreditando que somos criaturas localizadas, isoladas e condenadas, confinadas ao tempo e ao corpo, e separadas de todos os outros seres humanos. Ou então abrimos os olhos para a nossa NATUREZA IMPESSOAL e ONIPRESENTE e para a MENTE UNA da qual fazemos parte. Se escolhermos a primeira alternativa, nada nos salvará. Se porém, resolvermos despertar para este divino EU, estaremos frente a frente com um novo alvorecer." - Larry Dossey