Não importa o custo, o esforço ou o sacrifício; não se esqueça de que o Caminho existe, de que o Objetivo é atingível e está além de tudo o que você possa imaginar ou conceber agora; de que qualquer preço que tenha sido pago por sua obtenção parece insignificante quando ele é obtido; de que essa é a libertação final da escravidão dos grilhões da matéria e do sofrimento com ela relacionado. A sua obtenção é o serviço e o bem supremos que você pdoe prestar a seus irmãos atados nas correntes de Maia - Mouni Sadhu

Experiência e Transformação

Tende-se facilmente a pensar que a experiência de um momento de iluminação é uma posse definitiva que é o suficiente para fazer de nós um novo homem. Sem dúvida, quando essa experiência não está animada por um perseverante exercício, ainda que nos afete no mais profundo de nosso ser e nos arranque num instante da esterilidade do eu existencial para elevar-nos para a realidade de uma Vida maior, arrisca-se a perder-se nas recordações sentimentais. Sem esse esforço contínuo, o homem que se sentia banhado pela luz da experiência e livre, graças a ela, de alcançar um plano superior, vê-se obrigado a comprovar desgraçadamente que não se modificou. A consciência de seu fracasso e a lembrança da felicidade do compromisso que acaba de experimentar vai se tornar ainda mais sensível aos limites e as trevas de onde lhe tem preso a velha concha de seu eu. A consciência de sua participação no SER essencial despertou nele uma grande nostalgia. Não obstante, deve reconhecer que experiência e transformação são duas coisas diferentes. 

O conturbador choque do reencontro com a verdadeira realidade com que a luz lhe golpeou, há que acrescentar uma lenta transformação que afeta a todo homem. Sem a experiência do SER não há transformação, o essencial da experiência se perde. Só na medida em que o homem deixa que aquilo que experimentou profundamente ganhe seu espaço interior e se integre nele, só assim a grande experiência ganha significado. É preciso que sua fusão com o SER essencial faça nascer uma disposição interior que não só lhe permita conservar o que viveu intensamente, senão também dar testemunho ao mundo. Então, é quando responde ao seu destino: dando testemunho do sobrenatural com sua realização prática no mundo. 

Karlfried Graf Dürckheim, Outono de 1956
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Quem já sentiu o Espírito Supremo não pode confundi-LO com nada, esquecê-LO ou negar SUA existência. Ó Mundo, se recusares a reconhecer SUA existência com voz unânime, irei abandoná-lo e ainda preservar a minha fé".

"A percepção do desconhecido é a mais fascinante das experiências. O homem que não tem os olhos abertos para o misterioso passará pela vida sem ver nada." - Albert Einstein

"Enfim, podemos continuar acreditando que somos criaturas localizadas, isoladas e condenadas, confinadas ao tempo e ao corpo, e separadas de todos os outros seres humanos. Ou então abrimos os olhos para a nossa NATUREZA IMPESSOAL e ONIPRESENTE e para a MENTE UNA da qual fazemos parte. Se escolhermos a primeira alternativa, nada nos salvará. Se porém, resolvermos despertar para este divino EU, estaremos frente a frente com um novo alvorecer." - Larry Dossey