Não importa o custo, o esforço ou o sacrifício; não se esqueça de que o Caminho existe, de que o Objetivo é atingível e está além de tudo o que você possa imaginar ou conceber agora; de que qualquer preço que tenha sido pago por sua obtenção parece insignificante quando ele é obtido; de que essa é a libertação final da escravidão dos grilhões da matéria e do sofrimento com ela relacionado. A sua obtenção é o serviço e o bem supremos que você pdoe prestar a seus irmãos atados nas correntes de Maia - Mouni Sadhu

Vislumbres da consciência mais elevada


Podemos convencer o intelecto de que a alma existe – mas a única prova realmente adequada é uma experiência pessoal intuitiva dela.

É um estado de refinada ternura, de um amor que jorra de um centro interno e se irradia para todas as direções. Se outros seres humanos ou animais se põem em contato com você nesse momento, tornam-se receptáculo desse amor sem exceções, pois então nenhum inimigo é reconhecido, não há desafetos e é impossível considerar quem quer que seja repulsivo.

A experiência lhe diz vívida, luminosa e memoravelmente que há uma existência além da existência física e uma consciência além da consciência pessoal.

Com um vislumbre vem a revelação. Ele sente que pertence a uma raça imortal, que há uma Realidade interna por trás de todas as coisas, e que a causa fundamental é benévola.

Com o vislumbre vem um curioso sentimento de certeza absoluta, certeza feliz, de total ausência de dúvidas. A verdade está ali claramente diante dele e profundamente percebida dentro dele.

A experiência explica a pessoa para si mesma pela primeira vez, clareia o fato de que ela vive em dois planos ao mesmo tempo. Revela seu ego como a ilusão que encobre sua consciência e revela seu Eu Superior como a realidade por trás de sua consciência.

Esses vislumbres são apenas ocasionais. Eles nos pegam desprevenidos e afastam-se inesperadamente. Mas a alegria que trazem consigo, a visão que concedem, fazem-nos ansiar pela permanente e ininterrupta obtenção do estado de que nos falam.

Esses breves flashes trazem consigo grande alegria, grande beleza, e grande elevação. São, para a maioria das pessoas, seu primeiro despertar claro e vívido da existência e realidade de uma ordem espiritual do ser. O contraste com seu estado normal é tão tremendo que a condena a uma monotonia lamentável….

A grande experiência logo acaba, o insight liberado não dura mais que poucos minutos ou horas, mas sua lembrança perdura por um longo tempo. É uma deleitosa prelibação e cálida antecipação daquilo que seu contínuo desenvolvimento espiritual pode lhe trazer. Ela o eleva muito acima de si mesmo e além do seu estado de consciência normal, possibilitando compreensões mais aguçadas e criando solidariedades mais profundas.

Paul Brunton

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Quem já sentiu o Espírito Supremo não pode confundi-LO com nada, esquecê-LO ou negar SUA existência. Ó Mundo, se recusares a reconhecer SUA existência com voz unânime, irei abandoná-lo e ainda preservar a minha fé".

"A percepção do desconhecido é a mais fascinante das experiências. O homem que não tem os olhos abertos para o misterioso passará pela vida sem ver nada." - Albert Einstein

"Enfim, podemos continuar acreditando que somos criaturas localizadas, isoladas e condenadas, confinadas ao tempo e ao corpo, e separadas de todos os outros seres humanos. Ou então abrimos os olhos para a nossa NATUREZA IMPESSOAL e ONIPRESENTE e para a MENTE UNA da qual fazemos parte. Se escolhermos a primeira alternativa, nada nos salvará. Se porém, resolvermos despertar para este divino EU, estaremos frente a frente com um novo alvorecer." - Larry Dossey